O sacro estado laico

Sempre desconfiei de todas as religiões. O máximo de interesse que sentia era por rituais pouco praticados como exorcismos ou possessões de orixás. Se por um lado existe toda essa desconfiança e meu interesse juvenil pelo sobrenatural assustador, é inconstestável o bem que elas fazem a parte de seus crentes. Outras, porém, igrejas como a Universal do Reino de deus e Renascer, simplesmente trazem uma despesa a mais para seus devotos, mais caras que serviços básicos como água e luz. É pagar para crer. Parte da crescente bancada da bala, que ganhou mais força do que nunca após as eleições deste ano, possui raízes cristãs inabaláveis, apenas um dos tantos fatores que contribuem para um conservadorismo autoritário e… intolerante.

Os valores pregados e nem sempre seguidos por esses senhores consolidam um bloqueio frente a discussão de temas como aborto, casamento gay e descriminalização da maconha. O moralismo religioso recai sobre temas de interesse de um país de 200 milhões de habitantes e a cada eleição o Estado fica menos laico. É normal até certo ponto restrições religiosas influenciarem políticos até mesmo em países pioneiros no que diz respeito a direitos civis, mas isso nunca os impediu de debater sobre o tema, mas com os evangélicos do Brasil não tem conversa. Estar aberto ao diálogo não significa aprovação automática de temas delicados, significa apenas boa vontade em tentar entender o desejo da população. A intolerâcia é tamanha que um dos principais argumentos sobre quando são questionados é a tal da “cristofobia”… Por favor! É como o paulista anti-PT que defende a alternância de poder do governo federal, mas que vota no PSDB desde 89.

 

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s