Foco no Neymar, com uma olhadela pro “vale” cortiço do Moro

Neymar deu, literalmente, uma de João-sem-braço. Fingiu estender a mão para um adversário e… Ops! Deixou o coitado no vácuo. A Europa se revoltou com o ex-menino da Vila. A França se rebelou contra o estrangeiro folgado.

Nada fora dos padrões, se levarmos em conta o histórico francês. Um povo que preza pela sua nação; que não aceita que falem inglês em seu território. Se muitos franceses olhavam torto para Zidane, pela descendência africana, imagina se iam deixar o craque brasileiro deitar e rolar na terra do vinho.

O problema não foi o francês, inglês, japonês, americano, ou seja lá que pátria for, ficar puto com o menino Ney. O cerne foi ele levar tanta porrada de seus compatriotas que, de tão hipócritas, acham que podem bater em quem é só o espelho de uma nação que vive dando de malandra.

Ora bolas, caro parco leitor, cara parca leitora. Na semana passada, revelaram que o digníssimo juiz Sérgio Moro, que para muitos é o exemplo a ser seguido; o Nelson Mandela com o poder do martelinho; um Papa com força para destronar um cachaceiro, recebe auxílio-moradia do governo.

Muitos argumentam que sua ação não é ilegal. Tudo bem. Pode até não ser, mas, um cara que diz estar reformulando a nação, destronando os corruptos, precisa de cerca de R$ 4.000,00 para alugar um cortiço?

Sérgio Moro faz com o povo brasileiro o mesmo que Neymar com o adversário do time pequenino francês. Ele finge estender a mão para uma nação caída, enquanto usa e abusa dos benefícios do estado que ele tanto crítica.

Mas, foco no Neymar e como ele mancha a história desse país.

 

 

Um comentário

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s